Sexta, Junho 23, 2017
   
Text Size

Pesquise no Portal Islam BR

29º Congresso Internacional Para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe

Notícias - Brasil



29º Congresso Internacional Para os Muçulmanos da América Latina e  Mar do CaribeAconteceu nos dias 19 á 21 de agosto de 2016 em São Bernardo do Campo.

 

 

 

 

 
Nos dias 19 á 21 de agosto de 2016, sábios muçulmanos vindos de mais de 35 países estiveram reunidos em um hotel da cidade de São Bernardo do Campo para o 29º Congresso Internacional dos Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe onde debateram o tema: “A Realidade das Comunidades Muçulmanas na América Latina e Caribe”.
 
A abertura oficial do evento aconteceu no dia 19, e contou com a presença de pensadores, professores, líderes religiosos de diversas crenças, políticos, corpo diplomático dos países árabes muçulmanos, representantes das associações e comunidades muçulmanas do Brasil e do exterior, líderes de movimentos socias e também da comunidade muçulmana local, estiveram também presentes doutores, sábios e sheikhs do mundo árabe islâmico. O congresso teve a presença do Ministério de Assuntos Religiosos da Arábia Saudita, Dr. Nasser Bin Ibrahim Al Tueim, do mufti Khalil Al Maiss e do ministro para Assuntos Religiosos da Palestina Mahmoud Habbash, entre outros.
 
A cerimônia teve seu início com a leitura do Alcorão Sagrado, e prosseguiu com discursos proferidos pelos convidados dentre eles o Deputado Federal Vicentinho (PT-SP), que disse ser solidário ao povo muçulmano em todo o mundo, e destacou a importância da tolerância religiosa e do respeito mútuo entre os povos, ressaltou a sua profunda admiração pelo Islam, pelo profeta Muhammad e pelo Alcorão, onde “agradeceu a todos e deu as boas vindas aos congressistas desejando-lhes sucesso e êxito no Congresso, como também agradeceu ao CDIAL por sua iniciativa e dedicação na escolha do Brasil como país anfitrião para este congresso”. 
 
29º Congresso Internacional para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe
 
O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, também esteve presente e agradeceu o convite e reforçou que sempre é muito bem recebido pela comunidade muçulmana de São Bernardo. “Gostaria de desejar todo o sucesso aos trabalhos que serão desenvolvidos por vocês neste congresso, e ressaltar o carinho pelo qual sou recebido por toda comunidade, no comércio, eventos como este, e nos convites a visitar a mesquita”, disse.
 
O presidente do 29º Congresso Internacional sr. Al Hajj Ahmad Ali Saifi, encerrou os trabalhos  da abertura com um discurso onde falou sobre a importância deste congresso para a comunidade muçulmana como um todo, agradeceu a todos os participantes e palestrantes, que vieram de todas as partes do mundo para enriquecer ainda mais o congresso, fez também um agradecimento ao Governo Federal Brasileiro e ressaltou que o Islam é uma religião de paz, harmonia, amor, respeito mútuo e que os muçulmanos em todo o mundo estão irmanados para fortalecer a paz mundial.
 
Ao longo do congresso em suas falas os palestrantes abordaram a importância das comunidades islâmicas espalhadas no continente Latino Americano e no Mar do Caribe desenvolverem métodos os quais possam ser utilizados contra a campanha islamofóbica quem vem se espelhando através das redes sócias e veículos de comunicação com a intenção de denegrir a imagem do Islam e dos muçulmanos e desassociar o Islam que é uma religião de Paz dos atos de terrorismo. 
 
29º Congresso Internacional para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe
 
Em cada palestra foram debatidos cinco tópicos onde os participantes puderam interagir com os palestrantes sobre os diversos aspectos da realidade vivida pelas comunidades muçulmana em seus respectivos países, ao final do congresso palestrantes e participantes fizeram as suas considerações finais, agradeceram o CDIAL pela realização deste congresso que ao longo destes 30 anos tem tido um papel fundamental na ampliação dos debates relacionados à comunidade muçulmana na América do Sul, trazendo grandes pensadores do mundo Islâmico para auxiliar a comunidade do continente na busca por soluções para os diversos problemas enfrentados pelos muçulmanos ao longo destes anos.  
 
Fizeram também um agradecimento especial ao sr. Ahmad Ali Saifi presidente do CDIAL, pelo seu incansável esforço em propagar a religião do Islam e por seu apoio na realização do 29º Congresso Internacional Para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe.
 
O presidente do congresso 29º Congresso Internacional sr. Hajj Ahmad Ali Safi juntamente com a mesa diretora agradeceu ao Ministério de Assuntos Religiosos da Arábia Saudita representada pelo DR. Nasser Bin Ibrahim Al Tueim e ao guardião da duas mesquitas sagradas o rei Salman bin Abdelaziz al-Saud.
 
 
 
Mensagem do 29º Congresso Internacional
Para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe
 
 
Caros Irmãos, Senhoras e Senhores,
 
Assalamu alaikum warahmatullahi wabarakatuh
 
“Louvado seja Deus o Senhor do Universo, que a Paz e a Benção de Deus estejam sobre o último dos profetas e mensageiros bem como seus familiares e seguidores”
 
Sejam muito bem-vindos ao nosso congresso, sejam bem-vindos ao Brasil, o país da paz, da liberdade e da coexistência pacífica entre as comunidades.
 
No Brasil e na América Latina, mora uma minoria da nossa comunidade muçulmana que representa um pouco mais do que 1% do conjunto de suas populações. Essa minoria convive em plena e total harmonia com o restante da sociedade.
 
Somos cidadãos brasileiros com seus direitos, garantidos por lei e pela Constituição, mas igualmente temos deveres e obrigações e participamos ativamente cumprindo nosso papel no crescimento e no desenvolvimento do nosso país, da sua sociedade e de sua civilização agregando, somando e colaborando de maneira efetiva nos mais diversos aspectos de sua vida cotidiana, o que representa para nós motivo de extremo orgulho e satisfação. Sobretudo, que essa participação acontece em perfeita harmonia com as outras comunidades que constituem a sociedade brasileira.
 
Os Centros Islâmicos, as associações, congregações muçulmanas e as Mesquitas representam nosso agradável refúgio espiritual, nosso local de encontro, de confraternização, mas sobretudo da formação e da consolidação dos nossos costumes, ética e tradições sociais e religiosas que constituem nossos alicerces e nossas bases para cumprir um importante papel social de ajuda aos mais pobres e necessitados sem distinção de cor, religião ou raça.
 
Estendemos nossas mãos para todos no intuito de diminuirmos seus sofrimentos e dores, sejam eles os enfermos, os doentes, os pobres ou os portadores de necessidades especiais, porque o Islam preconiza a justiça, a solidariedade e por que ele nos ensina que todos nós somos irmãos e seres humanos feitos para ajudar uns aos outros. Pois o Islam é a religião do BEM para toda a humanidade. Deus, o Altíssimo nos diz para nos aproximar de Dele através da sabedoria e da ação generosa. Devemos tratar bem as pessoas praticando a bondade e a generosidade.
 
O Papel das Mesquitas e das Associações nesse continente não se limita as orações e ao culto. Esse papel é muito mais abrangente e profundo no sentido da assistência aos mais necessitados e na divulgação dos bons princípios e da conduta dignificante que faz afastar nossa comunidade da decadência moral, dos maus costumes, das correntes de pensamentos perversas e a fortalece contra as ideias e conceitos de violência, extremismo e fanatismo, infelizmente propagados hoje por alguns meios de comunicação, redes sociais e segmentos obscuros da sociedade.
 
O perigo representado pelo terrorismo, físico e intelectual – e o terrorismo não tem religião – e por trás do qual se escondem e se dissimulam forças e correntes ocultas, maléficas, obscuras e que planejam e objetivam manchar o islam e os muçulmanos deve ser condenado e combatido, pois o sagrado Alcorão diz:
 
“Quem matar uma pessoa, injustamente será considerado como se tivesse assassinado toda a humanidade.” [Alcorão 5:32]
 
Nós, muçulmanos, apreciamos a postura do governo brasileiro e de sua população no que diz respeito a nossa religião e, nesse sentido, citamos a declaração do Sr. Ministro da justiça Alexandre de Moraes, que isentou o Islam dos apelos a violência, ao extremismo ou ao terror e lembrou a história honrosa dos muçulmanos repleta de episódios dignificantes e sua colaboração no desenvolvimento da civilização humana.
Nossa principal e urgente mensagem nesse Congresso é a seguinte: Blindem nossos filhos e protejam as futuras gerações contra o perigo de abraçar pregações, ideias ou conceitos que exaltam o terrorismo e o crime através de falsos atrativos, do desvirtuamento e das tentações afim que eles sirvam de instrumentos para suas ações perigosas, extremistas e terroristas.
 
Esperamos que esse Congresso, através de sua preciosa colaboração e mais especialmente suas brilhantes ideias, trate desse assunto em especial e elabore planos de ação para elucidar os fatos e evitar que as novas gerações caiam nas armadilhas dos provocadores e devemos, nesse sentido, sublinhar a necessidade de se constituir uma mídia islâmica moderna, atuante e profissional para que ela produza ações esclarecedoras, de alerta e de defesa da nossa querida religião face a certos meios de comunicação que hoje propagam falsos e errôneos conceitos do Islam e que insistem em denegrir sua imagem.
 
Devemos, igualmente, construir mais Mesquitas, associações e clubes para proporcionar um crescimento sadio e virtuoso de nossos filhos afastando-os assim dos conceitos que pregam desvirtuamentos de qualquer natureza.
 
Convocamos a união de todos para denunciarmos e condenarmos de maneira inequívoca, clara e cristalina a violência, o crime e o terrorismo que já causaram muitos danos a nossa religião, as nossas sociedades, as nossas Mesquitas e locais de culto.
 
Nossos irmãos vêm sofrendo perseguições e provocações, notadamente nossas mulheres em seus hábitos tradicionais. Pedimos a opinião pública mundial para que combata o terrorismo que não tem nenhuma ligação com o Islam e os muçulmanos e que alerte e oriente aqueles que nos culpam sem razão e injustamente, sem provas e sem proceder a devida investigação e pesquisa dos fatos. E que nos isente dos lamentáveis acontecimentos que muitos pretendem e querem atribuir ao Islam e aos muçulmanos.
 
Por último, o Centro de divulgação do Islam para América Latina agradece imensamente o Reino da Arábia Saudita, através de seu governo e sua população, em especial ao Ministério dos Assuntos Religiosos do Reino pela sua preciosa colaboração na realização desse Congresso.
 
Agradecemos, igualmente, a República Federativa do Brasil que acolheu prontamente nosso Congresso nas edições anteriores e na de hoje e que homenageia, apoia e hospeda gentilmente nossa comunidade em todas nossas comemorações.
 
Desejamos a todos uma excelente estadia no Brasil e pleno e total sucesso na abordagem do tema do nosso Congresso, com a graça de Deus e sua misericórdia.
 
“Ó humanos! Por certo, Nós vos criamos de um varão e de uma varoa, e vos fizemos como nações e tribos, para que vos conheçais uns aos outros. Por certo, o mais honrado de vós, perante Allah é o mais piedoso. Por certo, Allah é Onisciente, Conhecedor. ” [Alcorão 49:13]
 
Ahmad Ali Saifi
Presidente do Centro de Divulgação do Islam
Para América Latina e Mar do Caribe
 
 
 
 
 
Trabalhos do 29º Congresso Internacional
Para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe
 
 
Introdução
 
Louvado seja Allah, que nos iluminou, nos guiou e nos capacitou no Centro de Divulgação do Islam para a América Latina e o Caribe para realizar conferências internacionais anuais, e nos abençoou na sua abordagem e realização, nos transformando em uma ponte para a comunicação permanente e em um instrumento de cooperação benéfica para as comunidades islâmicas neste remoto e distante continente, com o auxílio valioso dos polos de intelectuais no mundo muçulmano e entre as bandeiras de pregadores e estudiosos, para trocar pontos de vista e discutir alternativas, saídas e soluções para os diversos problemas, através de uma cooperação construtiva e apropriada, uma visão clara e uma compreensão profunda.
 
Dessa vez, através de uma estreita cooperação e total coordenação com o Ministério de Assuntos Religiosos da estimada Arábia Saudita, foi escolhido o relevante tema que foi objeto de estudo e discussão na nossa conferência, a vigésima nona, realizada na cidade de São Paulo, Brasil nos dias 19-21 de agosto 2016, correspondendo a 15-17 de Thul-Qedah 1437 - Hégira e que abordou a questão crítica da nossa realidade atual, objeto de diversas pesquisas, deliberações e estudos: “A realidade das comunidades Muçulmanas na América Latina e no Caribe”, louvamos a Allah o Todo-Poderoso pelo êxito e sucesso desta conferência, o bem e o benefício dos intelectuais islâmicos e pensadores que trouxeram à tona suas ideias, contribuições e estudos, mas igualmente felicidade para os participantes desse importante evento que contribui para o benefício do Islam e dos muçulmanos ao redor do mundo.
 
Ao realizar o 29º Congresso Internacional para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe, o CDIAL - Centro de Divulgação do Islam Para América Latina e Caribe almeja alcançar o seu objetivo que é o de ampliar o debate, conscientizar e esclarecer através de estudos que serão apresentados pelos palestrantes deste Congresso.
 
TÓPICOS DO CONGRESSO:
 
1. O primeiro tópico: A realidade das comunidades muçulmanas na América Latina e no Caribe.
 
Os debates incluem os seguintes tópicos:
- O conceito da comunidade muçulmana.
- Uma visão histórica da presença da comunidade muçulmana em seu país. (Número de pessoas, especificidades, locais de permanência).
- Centros da comunidade, instituições e associações.
- A atividade mais importante: a Ação Islâmica no seu país.
- Obstáculos ao trabalho da comunidade islâmica em seu país.
 
2. O segundo tópico: maneiras de fortalecer as comunidades muçulmanas.
 
Os debates incluem os seguintes tópicos:
-Maneiras para fortalecer as comunidades muçulmanas.
-A importância do diálogo.
-A importância da cooperação e coordenação entre as instituições islâmicas.
-O conceito de intolerância e seus efeitos sobre as comunidades muçulmanas.
 
Objetivos do 29º Congresso Internacional para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe
 
-Discutir a realidade das comunidades muçulmanas na América Latina e no Caribe.
-O papel das associações e centros islâmicos para proteger e fortalecer as comunidades.
-Promover o encontro dos imãs e pregadores de países da América Latina e do Caribe e a troca de conhecimentos e experiências entre eles.
-Levar a realidade da comunidade muçulmana na América Latina e no Caribe ao conhecimento do mundo árabe e muçulmano.
-Publicar as recomendações que resultem em um impacto positivo para essa realidade.
 
29º Congresso Internacional para os Muçulmanos da América Latina e Mar do Caribe
 
No final, os congressistas decidiram formar um grupo de voluntários para realizar e acompanhar as recomendações do Congresso e acompanhar os seus relatórios e os seus programas para as próximas reuniões, e já preparar a organização e os trabalhos para o próximo Congresso.
O presidente do Congresso e a mesa diretora agradece a todos aqueles que contribuíram para o sucesso deste Congresso e felicitamos o Reino da Arábia Saudita, através do seu Rei, o governo, o povo e as Instituições pelo trabalho prestado em prol do Islam e dos muçulmanos, e o resto dos Governos Islâmicos que participaram através de suas missões diplomáticas no Congresso, e agradecemos a todos os convidados e participantes, coordenadores e colaboradores, e se não fosse pela permissão de Allah o Todo-Poderoso, e em seguida os seus esforços não conseguíramos estar reunidos neste abençoado lugar.

Facebook

Twitter

Google Plus

YouTube

LinkedId

Banner
Banner

Traducir Translate يترجم

English Arabic French German Hindi Italian Japanese Russian Spanish